Cirurgia De Abdominoplastia

Cirurgia De Abdominoplastia
5 (100%) 11 votos

Cirurgia De Abdominoplastia

Cirurgia De Abdominoplastia

Cirurgia De Abdominoplastia

Ilustração do resumo de Cirurgia De Abdominoplastia pelo Dr.Cláudio Lemos

Segundo dados do IBGE o número de pessoas com mais de 60 anos em 2017 representava 13,5% da população, cerca 28 milhões de idosos, a expectativa é que esse número dobre até 2042, sendo que até 2030 a população da melhor idade deve ultrapassar o total de crianças entre 0 e 14 anos. De acordo com a Organização mundial da saúde, até 2050 o número de pessoas na terceira idade deve chegar a 2 bilhões, representando um quinto da população mundial.

O crescimento exponencial na idade da população está refletida na expectativa de vida, que deve passar de 75 em média (2018) para 81 anos no Brasil, nas próximas décadas. Essa tendência pode ser explicada pelo cuidado à saúde, com hábitos saudáveis e o aumento da vaidade da população, que além de cuidarem da saúde, investem cada vez mais na estética, com procedimentos plásticos como lifting facial e cirurgia de abdominoplastia, entre os mais procurados.

Ilustração Da Flacidez De Uma Paciente Na Região Peri Umbilical.

Ilustração Da Flacidez De Uma Paciente Na Região Peri Umbilical.

 

Neste artigo falaremos sobre como é feita a cirurgia de abdominoplastia na terceira idade, restrições e cuidados pós-cirúrgicos.

Como é feita a cirurgia de abdominoplastia?

A abdominoplastia é uma cirurgia que consiste na remoção do excesso de pele e gordura da região abdominal, além do reposicionamento dos músculos da parede abdominal. Como a gordura localizada é queimada e os músculos costurados, a barriga se torna lisa e firme, permanentemente.

Ilustração Do Afastamento Dos Músculos Reto Abdominais Na Linha Media e a Correção Após a Plicatura Dos Mesmos.

Ilustração Do Afastamento Dos Músculos Reto Abdominais Na Linha Media e a Correção Após a Plicatura Dos Mesmos.

 

Quais são as razoes para se fazer a cirurgia de abdominoplastia?

As razões para se fazer a cirurgia podem ser muitas, como gravidez e a perda de peso que podem causar o afastamento dos músculos da parede abdominal. o que normalmente acontece nessas situações é apenas a velocidade da pele e o surgimento de estrias, além de se tornar mais flácida e formar pregas, fatores que são resolvidos com a abdominoplastia.

Restrições para cirurgia de abdominoplastia na terceira idade

Muitos idosos se restringem de procedimentos estéticos como uma cirurgia plástica simplesmente por causa da idade, contudo como a medicina aponta, não existem restrições médicas para cirurgias estéticas além da saúde física.

Entretanto, é importante atentar-se para os cuidados diferenciados que devem existir, a começar pela técnica de cirurgia que deve ser mas precisa, é indicado que todo procedimento cirúrgico aconteça de maneira mais rápida e com o menor deslocamento de pele possível. Além disso, realizar dois ou mais procedimentos ao mesmo tempo, como lipoaspiração e abdominoplastia pode acarretar em maiores complicações, por esse motivo não é uma prática recomendada.

Isso porque, na maioria dos casos devido ao envelhecimento natural do organismo, existem algumas particularidades atribuídas ao paciente da terceira idade. Um bom exemplo é em relação a circulação sanguínea, com o passar do tempo é comum que as veias estreitam-se e muitas se rompem, tornando a passagem do sangue mais difícil. Por esse motivo, é necessário que o cirurgião plástico não faça grandes incisões ou deslocamentos de pele e o motivo é relativamente simples, por conta para circulação sanguínea precarizada a recuperação dos tecidos atingidos pode ficar mais difícil após a cirurgia, além disso uma redução no tempo de cirurgia é altamente recomendado, pois o paciente deve ficar o mínimo de tempo possível exposto aos efeitos da anestesia.

Além disso, uma série de outras informações devem ser discutidas entre médico e paciente antes de realizar o procedimento. Como por exemplo:

  • Histórico Médico – para descobrir e analisar algumas condições médicas pré-existentes e cirurgias que o paciente tenha realizado no passado, pois essas podem influenciar nas decisões sobre a operação incluindo o tipo de anestésico que será usado;
  • Medicação – informar o cirurgião sobre qualquer tipo de medicamento que o paciente tome regularmente ou tenha tomado recentemente;
  • Reações Passadas a Medicamentos – caso paciente tenha tido algum tipo de reação ruim ou efeito colateral a qualquer tipo de medicamento incluindo anestesia, deve ser informado antes da cirurgia.
  • Saúde Física – como falamos, as condições físicas como um todo do paciente serão analisadas antes do procedimento.

Pós-cirúrgico

Logo após o procedimento, na maior parte dos casos a recuperação da cirurgia de abdominoplastia para idosos é lenta e pode vir acompanhada de algumas equimoses(roxos),inchaço e dor, sendo necessário a administração de medicação para dor, antibióticos.

Nos primeiros dias, o paciente deverá se deitar com a parte superior do corpo levantada, descansar o máximo possível e seguir todas as instruções para cuidar da ferida. Além disso, contudo ainda no primeiro dia, o paciente deve realizar caminhadas para ativar a circulação dos membros inferiores.

O abdômen será envolvido em um modelador cirúrgico ,podendo estender o uso por algumas semanas. Exercícios físicos de grande carga e ou trabalhos pesados devem ser evitados por ao menos de 4 a 6 meses.

Ilustração Do Modelador Cirúrgico Utilizado Após a Cirurgia De Abdominoplastia.

Ilustração Do Modelador Cirúrgico Utilizado Após a Cirurgia De Abdominoplastia.

 

QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS?

Não existem pontos externos, Dr. Cláudio Lemos utiliza uma cola cirúrgica importada (PRINEO), em que não existe a necessidade de pontos externos. A Cola de Cianoacrilato foi recentemente introduzida na Cirurgia Plástica e são poucos os cirurgiões que a utilizam. Tem como características principais:

Ilustração Da Cola Cirúrgica Utilizada Na Cirurgia De Abdominoplastia

Ilustração Da Cola Cirúrgica Utilizada Na Cirurgia De Abdominoplastia.

  • Facilidade de aplicação;
  • Reduz o tempo da cirurgia;
  • Diminui o risco de infecções (bactérias não crescem na cola, e ela sela a cicatriz);
  • Chega a ser sete vezes mais forte que os pontos simples na pele;
  • Tem um melhor resultado estético (não deixa marcas de pontos na pele e resulta em uma cicatriz mais fina);
  • É esteticamente mais atraente que a presença dos pontos;
  • Praticamente não permite o extravasamento de sangue que suja os curativos no pós-operatório;
  • Sua retirada, quando necessária, é praticamente indolor.

QUANTO CUSTA UM PROCEDIMENTO DE ABDOMINOPLASTIA?

O custo em relação a uma cirurgia Abdominoplastia, é uma das perguntas mais frequentes que recebemos na nossa página do site e através dos nossos telefones. É bem difícil encontrar também esta resposta na internet, a não ser que um paciente revele, e mesmo assim, o valor varia de pessoa para a pessoa por diversos motivos. A prática de divulgação de valores de serviços é vetada pela lei.

Segundo a RESOLUÇÃO 1.974/11 do CFM, 6. Proibições gerais – XIV: (…) é vedado ao médico: divulgar preços de procedimentos, modalidades aceitas de pagamento/parcelamento ou eventuais concessões de descontos como forma de estabelecer diferencial na qualidade dos serviços.

Em relação ao valor variar de pessoa para pessoa e de clínica para clínica, conforme a RESOLUÇÃO CFM Nº 1.836/2008, Art. 3º: Cabe ao médico, após os procedimentos de diagnóstico e indicação terapêutica, estabelecer o valor e modo de cobrança de seus honorários, observando o contido no Código de Ética Médica, referente à remuneração profissional. A clínica e o cirurgião plástico não vendem um produto e sim um serviço, e esse serviço é personalizado, cada paciente vai ter a sua particularidade, um diferente resultado, uma complicação de saúde que merece atenção redobrada, uma expectativa e até mesmo métodos diferentes para o mesmo procedimento em outra pessoa, por exemplo.

Parece simples, mas o valor de uma cirurgia plástica não é tabelado. Depende de uma série de fatores e para o cirurgião poder avaliar todos esses fatores, ele necessita, invariavelmente, de uma consulta. Além dos honorários médicos, outros custos estão envolvidos, como honorários do anestesista, instrumentador (a), cirurgião auxiliar, custos da clínica/hospital (que podem variar dependendo do material utilizado; se o paciente precisa passar a noite, ou se precisa uma diária extra, eventualmente), valor da prótese entre outras necessidades do procedimento. A decisão de submeter-se a uma cirurgia plástica deve ser bem pensada. A economia em alguns casos pode significar um problema muito grande no futuro, por isso é importante ter certeza e investir em um bom profissional.

Abdominoplastia com o Dr. Cláudio Lemos

Apesar de popular e extremamente procurada, abdominoplastia não é uma cirurgia simples, quando se trata de pacientes na terceira idade, uma série de cuidados pré e pós-operatórios devem ser tomados. Nesse tipo de situação contar e conhecer cirurgiões plásticos com vasta experiência em procedimentos que requerem uma maior destreza é fundamental.

O Dr. Cláudio Lemos é um cirurgião plástico que encaixa-se perfeitamente nesses exigências, com formação e especializações que o gabaritam para atender pacientes em qualquer faixa etária.

Entre em contato para uma avaliação, nossa equipe ficará muito feliz em atendê-la(o) para entender o seu caso e realizar o desejo da cirurgia plástica.

Entre em Contato