Cirurgia de Hiperidrose

Cirurgia de Hiperidrose
5 (100%) 9 votos

Cirurgia de Hiperidrose

Cirurgia de Hiperidrose

Tratamento Para Hiperidrose

A hiperidrose, também conhecida como simpatectomia, é uma condição que faz com que a paciente transpire excessivamente. Suar quando se está nervosa ou quando o clima está muito quente é normal, porém quando o suor aparece sem nenhuma razão aparente, é provável que se trate dessa disfunção. A melhor forma de corrigi-la é optar pelo tratamento para hiperidrose, que fará com que a pessoa volte a ter uma vida normal e não seja mais submetida a situações constrangedoras e embaraçosas em seu dia a dia.

Transpirar é uma atividade normal e necessária do organismo, controlada automaticamente pelo sistema nervoso. A função da transpiração é refrescar o corpo e prevenir que ele fique sobreaquecido, porém portadores de hiperidrose tendem a suar quando o corpo não precisa ser resfriado. O tratamento de hiperidrose é um procedimento que oferece ótimas chances de superar esse problema.

Tipos de Hiperidrose

Hiperidrose Primária Focal

A hiperidrose primária focal é caracterizada pelo suor excessivo que não é causado por outra condição médica ou como efeito colateral de algum medicamento. Geralmente, essa condição afeta ambos os lados do corpo em algumas regiões específicas, como mãos, pés, axilas, rosto e cabeça.

Na maior parte das vezes, essa condição começa na infância ou na adolescência, principalmente nas mãos e nos pés. Mesmo que as pessoas que tenham esse tipo de hiperidrose sofram com seus efeitos pelo menos uma vez por semana, elas não passam por episódios de suor excessivo enquanto dormem. Além disso, essa condição também pode ser herdada hereditariamente e vários membros da família podem sofrer com ela, embora nem sempre conversem entre si a respeito do assunto por vergonha.

Hiperidrose Secundária Generalizada

Esse tipo de hiperidrose geralmente é resultado de outra condição médica ou então um efeito colateral de determinados medicamentos, motivo pelo qual é conhecida como secundária, ou seja, por consequência de algo. Diferentemente da hiperidrose primária focal, as portadoras dessa condição transpiram em áreas maiores ou diferentes do corpo, conhecidas como áreas generalizadas, além de comumente transpirarem enquanto dormem.

Na maior parte das vezes, a hiperidrose secundária generalizada começa na fase adulta. Para que se encontre um potencial tratamento para essa condição, é necessário determinar qual é a condição médica ou medicamento que causou seu aparecimento e por que. Isso pode ser feito através de uma avaliação do histórico médico, de exames e da consideração dos medicamentos que a paciente toma, independentemente de quais sejam.

Como Saber se eu Tenho Hiperidrose

Procure lembrar se você passou por situações de suor excessivo em áreas focais e visíveis em um período de seis meses sem nenhuma causa aparente. Se sim, a próxima etapa é verificar se você se enquadra em pelo menos dois dos seguintes critérios:

  • O suor é bilateral e relativamente simétrico, ou seja, ocorre em ambos os lados do corpo;
  • O suor excessivo prejudica a realização de atividades de seu cotidiano;
  • Essa condição ocorre pelo menos uma vez por semana;
  • O início dessa condição se deu antes dos 25 anos de idade;
  • Existe um histórico familiar dessa condição, ou seja, outras pessoas da família também são acometidas por ela.

Se você se identificou com pelo menos duas dessas constatações, há grandes chances de que você tenha hiperidrose. Alguns dermatologistas acreditam que mais de 90% das portadoras dessa condição possuem o tipo primário focal, enquanto menos de 10% sofrem de hiperidrose secundária generalizada.

O Que é Hiperidrose Palmar e Axilar? Elas São Diferentes?

A hiperidrose palmar é a manifestação do suor excessivo na palma das mãos e na planta dos pés. Pacientes que sofrem dessa doença ficam com essas áreas sempre molhadas, mesmo que o clima esteja frio ou que elas não estejam realizando nenhum esforço ou atividade física.

Hiperidrose Palmar
Hiperidrose Palmar

Ilustração de Mãos com Hiperidrose.

 

Já a hiperidrose axilar é a transpiração excessiva na região das axilas, que pode fazer com que a paciente se sinta mal, já que outras pessoas podem acreditar que ela é uma pessoa sem higiene ou desleixada. Roupas coloridas são evitadas por portadoras dessa condição, já que o aspecto embaixo dos braços fica desagradável, popularmente conhecido como pizza.

Hiperidrose Axilar
Hiperidrose Axilar

Ilustração com Axilas com Hiperidrose.

 

Essas condições são bastante desagradáveis e geralmente se intensificam quando a pessoa fica nervosa, ansiosa ou estressada, embora não sejam o fator causador do sintoma e sim um fator de piora. O resultado disso pode ser uma queda muito grande de sua autoestima.

O Que Pode Causar o Suor Excessivo?

Geralmente, o aparecimento da hiperidrose se dá devido à hereditariedade, outras condições médicas e remédios ou suplementos alimentares. Algumas das condições médicas que podem acarretar no suor excessivo são diabetes e gota, além de tumores e alguns ferimentos.

Clinicamente, homens e mulheres possuem a mesma probabilidade de serem acometidos pela hiperidrose, porém mulheres também podem transpirar em excesso durante a menopausa, devido a ondas de calor. Algumas delas continuam apresentando essa condição mesmo depois de terem passado pela menopausa, sem razões evidentes.

A Partir de Qual Idade Pode Ser Feito o Tratamento Para Hiperidrose?

O tratamento para hiperidrose pode ser feito em qualquer idade, embora muitos cirurgiões plásticos recomendem que as pacientes tenham pelo menos 14 anos.

Como a Hiperidrose é Diagnosticada?

Várias perguntas são feitas à paciente, que deve respondê-las com sinceridade. De acordo com suas respostas, o cirurgião plástico é capaz de constatar se as queixas se enquadram em uma condição de hiperidrose ou não.

Em algumas vezes, pode ser necessária a realização de um entre dois exames. O primeiro, conhecido como teste de amido-iodo, consiste em aplicar uma solução com iodo na região afetada pelo suor excessivo e aguardar por sua secagem. Depois disso, aplica-se amido sobre essa zona. Se a região que ficar com uma coloração azulada for muito grande, pode se tratar de hiperidrose.

Já o segundo método, do papel de teste, consiste em colocar um papel especial sobre a área onde ocorre a transpiração excessiva. Depois de certo tempo, esse papel é pesado. Quanto maior for seu peso, maior foi a quantidade de suor acumulada e, consequentemente, mais avançada pode ser a hiperidrose.

Aplicações de Botox na Hiperidrose

Uma concentração baixa da toxina botulínica, medicamento mais conhecido sob o nome de Botox, pode ser aplicada nas axilas e regiões que transpiram excessivamente, de modo a fazer com que os neurônios que fazem com que as glândulas sudoríparas funcionem sejam bloqueados.

Sua aplicação pode ser feita nas axilas, nas mãos, nos pés e até mesmo na face. A taxa de sucesso desse procedimento é bastante alta e seu efeito dura por várias semanas. O Dr.Cláudio Lemos é bastante experiente nesse procedimento e trata a paciente de modo que ela não sinta muita dor, além de evitar que haja fraqueza muscular ou qualquer outra complicação que pode ser decorrente desse tratamento.

Aplicação de Botox

Aplicação de Botox

Demonstração dos Pontos de Aplicação em Região Axilar de Toxina Botulínica.

 

Como a Aplicação de Botox é Feita?

Primeiramente, a região onde a aplicação será feita é previamente tratada com um anestésico tópico, a fim de amenizar as dores causadas pelas picadas da agulha. O tratamento consiste na injeção em vários pontos da pele de pequenos volumes de toxina botulínica (Botox), de modo a diminuir a produção do suor pelas glândulas sudoríparas. A eficiência desse tratamento é de aproximadamente 92%, os resultados podem ser sentidos depois de 72 horas da aplicação e os resultados podem durar por até 10 meses em algumas pacientes.

As áreas nas quais a aplicação de Botox pode ser realizada são as mãos, os pés e as axilas. Esse tratamento demora aproximadamente 15 minutos e as pacientes que optam por realiza-lo uma vez geralmente voltam a fazê-lo devido à sua eficiência.

Depois de Quanto Tempo a Paciente é liberada?

A paciente recebe alta no mesmo dia em que o procedimento é realizado.

Existem Riscos ou Efeitos Colaterais no Tratamento Para Hiperidrose?

Assim como em todos os tratamentos invasivos, mesmo que minimamente, existem riscos no tratamento para hiperidrose, embora eles sejam mínimos. Pode ser que a paciente passe a transpirar em áreas diferentes daquela em que o Botox foi aplicado, embora esse seja um problema que pode ser facilmente encarado.

As mãos também podem ficar mais secas do que o normal depois do tratamento, o que pode ser contornado com o simples uso de cremes hidratantes.

Quais São Os Resultados do Tratamento de Hiperidrose?

A paciente passa a ter uma vida muito mais confortável e consegue realizar todas as atividades de seu cotidiano sem nenhum problema, constrangimento, vergonha ou medo. Além disso, suas relações sociais passam a ser mais bem-sucedidas, já que ela passa a ser mais confiante e determinada do que antes.

Logo, o tratamento para hiperidrose revoluciona a vida dessas pessoas, fazendo com que ela seja muito melhor.

Quanto Custa a Cirurgia de Hiperidrose?

O custo em relação a cirurgia de hiperidrose é uma das perguntas mais frequentes que recebemos na nossa página do site e através dos nossos telefones. É bem difícil encontrar também está resposta na internet, a não ser que um paciente revele, e mesmo assim, o valor varia de pessoa para a pessoa por diversos motivos. A prática de divulgação de valores de serviços é vetada pela lei. Segundo a RESOLUÇÃO 1.974/11 do CFM, 6. Proibições gerais – XIV: (…) é vedado ao médico: divulgar preços de procedimentos, modalidades aceitas de pagamento/parcelamento ou eventuais concessões de descontos como forma de estabelecer diferencial na qualidade dos serviços.

Em relação ao valor variar de pessoa para pessoa e de clínica para clínica, conforme a RESOLUÇÃO CFM Nº 1.836/2008, Art. 3º: Cabe ao médico, após os procedimentos de diagnóstico e indicação terapêutica, estabelecer o valor e modo de cobrança de seus honorários, observando o contido no Código de Ética Médica, referente à remuneração profissional. A clínica e o cirurgião plástico não vendem um produto e sim um serviço, e esse serviço é personalizado, cada paciente vai ter a sua particularidade, um diferente resultado, uma complicação de saúde que merece atenção redobrada, uma expectativa e até mesmo métodos diferentes para o mesmo procedimento em outra pessoa, por exemplo.

Parece simples, mas o valor de uma cirurgia de hiperidrose não é tabelado. Depende de uma série de fatores e para o cirurgião poder avaliar todos esses fatores, ele necessita, invariavelmente, de uma consulta. Além dos honorários médicos, outros custos estão envolvidos, como honorários do anestesista, instrumentador (a), cirurgião auxiliar, custos da clínica/hospital (que podem variar dependendo do material utilizado; se o paciente precisa passar a noite, ou se precisa uma diária extra, eventualmente), valor da prótese entre outras necessidades do procedimento. A economia em alguns casos pode significar um problema muito grande no futuro, por isso é importante ter certeza e investir em um bom profissional.

Entre em Contato