Cirurgia de Lábio Leporino

Cirurgia de Lábio Leporino
5 (100%) 8 votos

Cirurgia de Lábio Leporino

As fissuras de lábio e palato, popularmente conhecidas como lábio leporino e fenda palatina são condições de formação congênitas identificadas ainda no útero.

A fenda palatina é uma abertura do céu da boca do bebê, enquanto o lábio leporino pode ser identificado como “corte” ou falta de tecido entre o lábio e o nariz.

Ilustração de uma Fenda Palatina

Ilustração de uma Fenda Palatina.

 

Causas do Lábio Leporino e Fenda Palatina

Com índices de 1 caso para cada 700 nascimentos, cerca de um terço dos casos, a criança com lábio leporino ou fenda palatina apresenta algum parente que também teve a condição. Sem causas definidas, pesquisas científicas descobriram diversos genes associados à fissura. Alguns estudos comprovam que gestantes que fumaram e consumiram bebidas alcóolicas ou são obesas possuem maior predisposição para que a má formação ocorra.

Tipos de Lábio Leporino e Fenda Palatina

A criança pode apresentar fissura de lábio apenas de um lado, fissura de lábio e palato ou apenas a fissura do palato. A fissura labial também pode ser identificada como completa, unilateral ou bilateral. Assim como a fissura do palato pode ter extensão unilateral ou bilateral.

Ilustração de Tipos de Lábio Leporino

Ilustração de Tipos de Lábio Leporino.

Como Diagnosticar?

Com os avanços da ultrassonografia, a fissura labial e fenda palatina podem ser diagnosticadas ainda no útero. Algumas fissuras de palato podem ter um diagnóstico tardio, quando a criança inicia a fala. A avaliação da má formação deve ser feita ainda nos primeiros dias de vida para pelo médico e cirurgião plástico para identificar o tipo de fissura e como será o tratamento.

Tratamento

O tratamento é indicado de acordo com o tipo de fissura, se está acompanhada com a fenda palatina, ou a fenda palatina é isolada. Existem algumas técnicas realizadas por cirurgias plásticas que corrigem as fissuras.

De forma geral, a cirurgia de lábio leporino caracteriza-se pela reconstrução do fundo do vestíbulo oral (região entre a gengiva e o lábio), reconstrução do assoalho nasal com isolamento da cavidade oral e da cavidade nasal, reconstrução da cinta muscular labial, permitindo a ideal movimentação dos lábios e a reconstrução da pele e do próprio lábio, reestabelecendo a harmonia do rosto.

Ilustração da Cirurgia de Lábio Leporino

Ilustração da Cirurgia de Lábio Leporino.

 

A cirurgia de palato varia de acordo com a divisão da fenda em palato duro (onde se encontram os ossos palatinos) e palato mole (onde se encontra a musculatura) que podem ser feitos em tempo único ou em tempo separado, após a cirurgia de lábio leporino.

A cirurgia consiste na reconstrução da cinta muscular do véu palatino, reposição posterior da musculatura, permitindo o bom desenvolvimento da fala e o fechamento da fissura palatina propriamente dita.

É normal que a cicatriz pareça maior e mais vermelha nos primeiros dias após o procedimento. Este aspecto sumirá gradativamente, embora a cicatriz nunca suma por completo, mas poderá ser mais discreta.

Escolha um Profissional Especializado

Se identificado na gestação, a procura pelo médico especialista em cirurgia de lábio leporino e fenda palatina deve ser feita ainda no pré-natal. Qualquer cirurgia precisa ter uma relação de confiança entre médico e paciente, por isso, é necessário o contato com um especialista desde a identificação da má formação para esclarecer todas as dúvidas e trazer tranquilidade á família. Dr.Cláudio Lemos possui especialização em cirurgia plástica infantil e cirurgia de correção de lábio leporino e fenda palatina.

Recomendações

É importante que a criança submetida ao procedimento cirúrgico tenha acompanhamento fonoaudiólogo para avaliar alterações no desenvolvimento da fala mesmo com a cirurgia de reparo.

Em casos de bebês recém-nascidos ou ainda no processo de amamentação é preciso que as mães tomem cuidados especiais para a adaptação pós-cirurgia.

Alguns especialistas recomendam o uso de imobilizadores de cotovelos para que as crianças não mexam na região. O médico indicará a melhor forma de cuidar e alimentar a criança sem prejudicar o procedimento realizado.

Outra importante recomendação é a massagem para melhorar a mobilidade e evitar o enrijecimento da cicatriz. A massagem deve ser feita com movimentos circulares, de cima para baixo e de dentro para fora da musculatura. Este exercício deve ser feito diariamente, de acordo com as recomendações médicas.

Quanto Custa um Procedimento de Cirurgia de Lábio Leporino e Fenda Palatina?

O custo em relação a um procedimento de cirurgia de lábio leporino e fenda palatina, é uma das perguntas mais frequentes que recebemos na nossa página do site e através dos nossos telefones. É bem difícil encontrar também esta resposta na internet, a não ser que um paciente revele, e mesmo assim, o valor varia de pessoa para a pessoa por diversos motivos. A prática de divulgação de valores de serviços é vetada pela lei. Segundo a RESOLUÇÃO 1.974/11 do CFM, 6. Proibições gerais – XIV: (…) é vedado ao médico: divulgar preços de procedimentos, modalidades aceitas de pagamento/parcelamento ou eventuais concessões de descontos como forma de estabelecer diferencial na qualidade dos serviços.

Em relação ao valor variar de pessoa para pessoa e de clínica para clínica, conforme a RESOLUÇÃO CFM Nº 1.836/2008, Art. 3º: Cabe ao médico, após os procedimentos de diagnóstico e indicação terapêutica, estabelecer o valor e modo de cobrança de seus honorários, observando o contido no Código de Ética Médica, referente à remuneração profissional. A clínica e o cirurgião plástico não vendem um produto e sim um serviço, e esse serviço é personalizado, cada paciente vai ter a sua particularidade, um diferente resultado, uma complicação de saúde que merece atenção redobrada, uma expectativa e até mesmo métodos diferentes para o mesmo procedimento de cirurgia de lábio leporino e fenda palatina em outra pessoa, por exemplo.

Parece simples, mas o valor de um procedimento de cirurgia de lábio leporino e fenda palatina não é tabelado. Depende de uma série de fatores e para o cirurgião poder avaliar todos esses fatores, ele necessita, invariavelmente, de uma consulta. Além dos honorários médicos, outros custos estão envolvidos, como honorários do anestesista, instrumentador (a), cirurgião auxiliar, custos da clínica/hospital (que podem variar dependendo do material utilizado; se o paciente precisa passar a noite, ou se precisa uma diária extra, eventualmente), valor da prótese entre outras necessidades do procedimento. A decisão de submeter-se a uma cirurgia plástica deve ser bem pensada. A economia em alguns casos pode significar um problema muito grande no futuro, por isso é importante ter certeza e investir em um bom profissional.

Entre em Contato