Tratamento Para Queimaduras

Tratamento Para Queimaduras
5 (100%) 9 votos

Tratamento Para Queimaduras

As queimaduras são lesões domésticas comuns, especialmente entre crianças. A maioria dos acidentes acontece na cozinha e muitos casos o tratamento é doloroso, demorado e pode deixar marcas para sempre. A classificação das queimaduras depende da profundidade dos danos provocados na pele.

Primeiro Grau – Atinge a camada superficial da pele, que fica com coloração vermelha, quente e dolorosa. Este tipo de queimadura ocorre em casos de exposição ao longo por períodos prolongados.

Ilustração de uma Queimadura de Primeiro Grau

Ilustração de uma Queimadura de Primeiro Grau.

 

Segundo Grau – Atinge a epiderme, camada profunda da pele e apresenta dor, aparência vermelha, bolhas e edemas. Ocorre após o contato com líquidos quentes.

Ilustração de uma Queimadura de Segundo Grau

Ilustração de uma Queimadura de Segundo Grau.

 

Terceiro Grau – Todas as camadas da pele são lesionadas. A queimadura é seca, brancacenta ou marrom. A dor é menos intensa devido aos danos causados nos nervos. Este tipo de lesão ocorre após acidentes com chama, uso de produtos químicos e acidentes com correntes elétricas.

Ilustração de uma Queimadura de Terceiro Grau

Ilustração de uma Queimadura de Terceiro Grau.

Outra forma de classificação das queimaduras é de acordo com a sua extensão. O percentual da área do corpo acometida chamada pelos médicos de superfície corporal queimada (SCQ).

O Que Fazer Após a Queimadura?

Após a queimadura o atendimento médico de urgência deve ser procurado imediatamente para receber os cuidados necessários. O atendimento médico é fundamental nos seguintes casos:

  • A queimadura ter aparência profunda e presença de bolhas;
  • Se a área da queimadura for grande, mesmo que não pareça grave;
  • Queimaduras provocadas por fogo, substância química ou corrente elétrica;
  • Queimaduras no rosto, couro cabeludo, articulações e genitais;
  • Queimaduras com aspecto de infecção: inchaço, secreção (pus) e aparência de roxa ou linhas roxas em volta da ferida.

Alguns cuidados devem ser realizados em casa logo após a queimadura para garantir que a lesão não tenha complicações até ocorrer o atendimento médico:

  • Retire a roupa que cobre a área queimada. Caso a roupa esteja grudada na ferida, lave a região com cuidado para soltar o tecido;
  • Remova anéis, pulseiras e colares, pois o edema se desenvolve rapidamente;
  • O resfriamento com água fria é o melhor tratamento de urgência, pois a água alivia a dor, limpa, impede o aprofundamento da lesão e diminui o inchaço.

O Que não Deve ser Feito Após a Queimadura

Após o acidente com queimadura, é comum que o adulto e a criança fiquem preocupados e tentem resolver o problema de qualquer forma. Algumas medidas podem agravar a lesão e prejudicar o processo de cicatrização. Por isso, saiba o que não deve ser feito após a queimadura:

  • Não utilize gelo para amenizar a sensação de queimação;
  • Não fure as bolhas da ferida;
  • Não utilize nenhum tipo de substância na queimadura sem prescrição médica. Pomadas, e produtos caseiros podem aumentar a lesão e prejudicar o processo de cicatrização;
  • Não utilize compressas com água fria por muito tempo.

Como Prevenir Queimaduras na Infância

A melhor forma de prevenir queimaduras em crianças é redobrar o cuidado em casa. Crianças gostam de correr e são muito curiosas. Por isso, é fundamental manter a criança longe do fogão e de tomadas mesmo com a supervisão de um adulto. Pequenas tarefas do cotidiano podem causar queimaduras infantis, por isso preste atenção nas seguintes ocasiões:

    • Preparo do banho: a temperatura ideal para a segurança do bebê é 37º. Primeiro, coloque a água fria e em seguida acrescente a água quente. Teste a temperatura com a mão em todas as regiões da banheira para ter a certeza que não existe nenhum ponto muito quente.
    • Para crianças que tomam banho no chuveiro, é preciso que um adulto regule a temperatura e supervisione o banho.
    • Banho de Sol – Antes das 10 horas e após as 16 horas são os melhores horários para tomar sol e evitar queimaduras. Para crianças, o uso de protetor solar é recomendado a partir dos 6 meses de idade.

Banho de Sol: Antes das 10 Horas e Após as 16 Horas são os Melhores Horários Para Tomar Sol

Banho de Sol: Antes das 10 Horas e Após as 16 Horas são os Melhores Horários Para Tomar Sol.

    • Tomadas e Fiação – Certifique-se de tampar todas as tomadas da casa, até mesmo as saídas de extensões e réguas que não são utilizadas. Substitua fios desencapados imediatamente e mantenha qualquer instalação longe do alcance de crianças.

Mantenha Qualquer Instalação Longe do Alcance de Crianças

Mantenha Qualquer Instalação Longe do Alcance de Crianças.

    • Cuidados na Cozinha – A cozinha é o local que mais ocorre acidentes domésticos envolvendo crianças. Coloque uma barreira física na porta para evitar a passagem da criança. As panelas devem ficar sempre nas bocas de trás do fogão, com o cabo voltado para o fundo. Evite colocar panelas, travessas e outros utensílios quentes e com comida na borda de mesas, pias e balcões.

As Panelas Devem Sempre Ficar nas Bocas de Trás do Fogão com o Cabo Voltado Para o Fundo

As Panelas Devem Sempre Ficar nas Bocas de Trás do Fogão com o Cabo Voltado Para o Fundo.

  • Fósforos, Isqueiro e Acendedor Automático – são utensílios que devem ficar fora do alcance de crianças.
  • Álcool Líquido e Produtos de Limpeza – Estes produtos devem ser armazenados em armários com trancas fora do alcance de crianças. Não utilize produtos em garrafas PET, pois esse tipo de embalagem pode atrair a criança.
  • Eletrodomésticos Portáteis, Pilhas e Baterias – Ferro de passar roupa, pequenos aparelhos de cozinha e eletrônicos devem ficar fora do alcance de crianças. Assim como pilhas e baterias que possuem líquidos corrosivos e devem ser armazenadas em local seguro ou descartadas de forma correta.

Tratamento de Queimadura na Infância

Dr.Cláudio Lemos é médico cirurgião plástico com especialidade em tratamento para queimaduras infantis. O tratamento para queimaduras é feito de acordo com a profundidade e extensão da área afetada.

Tratamento Para Queimadura na Infância

A queimadura de primeiro grau afeta apenas a camada superficial da pele causando sinais como dor e vermelhidão na região. Nestes casos é recomendado que:

  • 1.Coloque a região queimada debaixo de água fria por, pelo menos, 15 minutos;
  • 2.Mantenha um pano limpo e umedecido em água fria na região durante as primeiras 24 horas, trocando sempre que a água aquecer;
  • 3.Não aplique qualquer produto como óleo ou manteiga na queimadura;
  • 4.Passe uma pomada hidratante ou cicatrizante para queimaduras, como Nebacetin.

Este tipo de queimadura é mais comum quando se fica muito tempo ao sol ou quando se toca num objeto muito quente. Geralmente a dor desaparece ao fim de 2 ou 3 dias, mas a queimadura pode demorar até 2 semanas para cicatrizar, mesmo com o uso de pomadas.

Geralmente, a queimadura de 1º grau não deixa qualquer tipo de cicatriz na pele e raramente apresenta complicações.

Tratamento Para Queimadura de Segundo Grau

Após os primeiros cuidados com o ferimento e o processo de cicatrização por completo, o primeiro passo para o tratamento de queimadura é realizar uma avaliação com o médico cirurgião plástico para identificar o tamanho, a profundidade o tipo de lesão causada pela queimadura. A pele necrosada é retirada e a aplicação de enxerto no local é realizada, melhorando o aspecto da região e a qualidade de vida da criança.

  • 1.Coloque o local afetado debaixo de água corrente fria por, pelo menos, 15 minutos;
  • 2.Lave cuidadosamente a queimadura com água fria e sabão de pH neutro, evitando esfregar com muita força;
  • 3.Cubra a região com uma gaze molhada ou com bastante vaselina, e prenda com uma ligadura, durante as primeiras 48 horas, trocando sempre que necessário;
  • 4.Não fure as bolhas e não aplique qualquer produto no local, para evitar o risco de infecção;
  • 5.Procure ajuda médica se a bolha for muito grande.

Tratamento de Queimadura de Terceiro Grau

As queimaduras de terceiro grau são mais intensas e profundas, por isso, a cirurgia plástica é fundamental para correção da pele e melhora da qualidade de vida da criança. Em casos de queimaduras infantis de terceiro grau, o procedimento cirúrgico realiza o debridamento, a retirada da pele necrosada e a realização do enxerto na área queimada. Após o procedimento e o pós-operatório adequado, os resultados amenizam o problema e melhoram a qualidade de vida da criança.

  • 1.Chame uma ambulância, ou leve a pessoa rapidamente para o hospital;
  • 2.Arrefeça a região queimada com soro fisiológico, ou na sua falta, água da torneira, por cerca de 10 minutos;
  • 3.Coloque cuidadosamente uma gaze esterilizada umedecida em soro fisiológico ou um pano limpo sobre a região afetada, até a chegada da ajuda médica. Caso a região queimada seja muito grande, pode-se enrolar um lençol limpo umedecido em soro fisiológico e que não largue pêlos;
  • 4.Não coloque nenhum tipo de produto na região afetada.

Cuidados no Pós-Operatório

Os cuidados no pós-operatório da cirurgia de queimadura são fundamentais para garantir o resultado satisfatório. O acompanhamento com o Dr.Cláudio Lemos é fundamental para observar qualquer tipo de alteração, processo de cicatrização e resposta do organismo.

Quanto Custa um Procedimento de Cirurgia de Queimaduras?

O custo em relação a um procedimento de cirurgia para tratamento de queimadura, é uma das perguntas mais frequentes que recebemos na nossa página do site e através dos nossos telefones. É bem difícil encontrar também esta resposta na internet, a não ser que um paciente revele, e mesmo assim, o valor varia de pessoa para a pessoa por diversos motivos. A prática de divulgação de valores de serviços é vetada pela lei. Segundo a RESOLUÇÃO 1.974/11 do CFM, 6. Proibições gerais – XIV: (…) é vedado ao médico: divulgar preços de procedimentos, modalidades aceitas de pagamento/parcelamento ou eventuais concessões de descontos como forma de estabelecer diferencial na qualidade dos serviços.

Em relação ao valor variar de pessoa para pessoa e de clínica para clínica, conforme a RESOLUÇÃO CFM Nº 1.836/2008, Art. 3º: Cabe ao médico, após os procedimentos de diagnóstico e indicação terapêutica, estabelecer o valor e modo de cobrança de seus honorários, observando o contido no Código de Ética Médica, referente à remuneração profissional. A clínica e o cirurgião plástico não vendem um produto e sim um serviço, e esse serviço é personalizado, cada paciente vai ter a sua particularidade, um diferente resultado, uma complicação de saúde que merece atenção redobrada, uma expectativa e até mesmo métodos diferentes para o mesmo procedimento de cirurgia para tratamento de queimadura em outra pessoa, por exemplo.

Parece simples, mas o valor de um procedimento de cirurgia para tratamento de queimadura não é tabelado. Depende de uma série de fatores e para o cirurgião poder avaliar todos esses fatores, ele necessita, invariavelmente, de uma consulta. Além dos honorários médicos, outros custos estão envolvidos, como honorários do anestesista, instrumentador (a), cirurgião auxiliar, custos da clínica/hospital (que podem variar dependendo do material utilizado; se o paciente precisa passar a noite, ou se precisa uma diária extra, eventualmente), valor da prótese entre outras necessidades do procedimento. A decisão de submeter-se a uma cirurgia plástica deve ser bem pensada. A economia em alguns casos pode significar um problema muito grande no futuro, por isso é importante ter certeza e investir em um bom profissional.

Entre em Contato