Cirurgia de Panturrilha

Cirurgia de Panturrilha
4.3 (86.67%) 6 votos

Cirurgia de Panturrilha

Uma queixa frequente em homens e mulheres é a deficiência de volume do membro inferior, particularmente da região da perna. As características individuais e familiares são responsáveis pela espessura e volume das panturrilhas sendo muito difícil, mesmo com o estimulo físico muscular provocar hipertrofia dessa região. Muitas vezes com o exercício físico, as pessoas observam que alcançam a hipertrofia da região das coxas, porém não acompanhada pelas panturrilhas. Em razão disso, muitas pessoas deixam de usar bermudas ou saias por vergonha e desconforto estético com as pernas.

Para o tratamento da deficiência de volume da panturrilha, seja ela estética ou causada por sequelas de traumas ou poliomielite, lançamos mão da prótese de silicone. Ao realizarmos o implante aumentamos o volume, a espessura e a projeção da região obtendo assim uma melhor harmonia entre coxas e pernas.

Prótese de Panturrilha

Prótese de Panturrilha

Casos Onde a Cirurgia de Panturrilha é Indicada?

Inicialmente a cirurgia de panturrilha era realizada para corrigir deformidades causadas pela paralisia infantil. Outra situação onde é aconselhável o uso de prótese de silicone nas panturrilhas é quando houve uma perda de silicone na batata da perna (panturrilha) ou em ambas, causando deformidades, as quais teriam um grande benefício com o aumento de volume com o silicone. O procedimento também é indicado a pacientes que apresentam uma “batata da perna” com projeção muito pequena e desproporcional em relação ao resto do corpo. A questão da autoestima também é outro fator que atinge o paciente e, com a inclusão de uma prótese, ele poderá se sentir mais seguro em relação ao seu corpo. Há ainda os casos de danos decorrentes de acidentes ou determinadas condições de saúde que dificultam o enrijecimento dos músculos.

Cirurgia de Panturrilha

Cirurgia de Panturrilha

A cirurgia de panturrilha, consiste em realizar uma incisão em uma das pregas na região posterior do joelho e posicionar a prótese que melhor se adéque às características físicas do paciente sob a fáscia do músculo gastrocnêmio. Ao fim da cirurgia, permanece uma cicatriz em uma das pregas naturais já existentes. Orienta-se manter repouso relativo por 14 dias e com o uso de calçados com salto para evitar movimentação excessiva do local das próteses nos primeiros dias.

A cirurgia é simples, dura aproximadamente 2 horas, e será mais segura desde que um cirurgião especializado realize toda a intervenção. Após o procedimento de esterilização, o cirurgião realiza uma incisão de aproximadamente 2,5 cm sob o sulco da parte de trás de cada joelho. Deste modo, a cicatriz obtida na cirurgia é quase imperceptível, pois fica exatamente sob esta linha natural do corpo.

A incisão é feita utilizando um bisturi elétrico, enquanto afastadores seguram a pele e o cirurgião abre espaço para a introdução da prótese. Uma bolsa é formada dentro ou fora do músculo. Com o auxílio de um dreno, fluidos são sugados para que a área fique limpa. O cirurgião então insere o implante esterilizado garantindo um espaço para que fique livre de tensão muscular, o que poderia causar dor. A prótese fica instalada sobre o músculo, o que proporciona um volume natural.

Após a inclusão do implantes, a simetria é verificada com cautela para que o resultado seja o mais natural possível. É feita então a sutura com pontos normais que devem ser retirados após aproximadamente 15 dias, geralmente, na consulta de retorno. Normalmente, a alta hospitalar ocorre no dia seguinte.

P: A Cirurgia de Panturrilha Deixa Cicatrizes?

R: Toda cirurgia deixa cicatriz. A cicatriz da prótese de panturrilha localiza-se na prega da pele atrás do joelho.

P: A Recuperação é Muito Dolorosa?

R: Não. A dor, que ocorre principalmente nas primeiras 48 horas, é tolerável e controlada com analgésicos e anti-inflamatórios.

P: Em Quanto Tempo Poderei Retornar ao Trabalho?

R: O ideal é esperar 14 dias para retornar ao trabalho, evitando-se andar muito nestas duas primeiras semanas.

P: Quando Poderei Fazer Exercícios Físicos?

R: Depois de dois meses da cirurgia de panturrilha.

P: Como Ficarão Minhas Pernas?

R: A cirurgia de panturrilha proporciona uma projeção principalmente para a parte posterior da “batata da perna”, sendo mais visível a mudança pelas costas do que por uma visão de frente.

P: Quando Poderei Fazer Depilação Com Cera?

R: Depois de um mês da colocação das próteses de panturrilha será possível fazer a depilação com cera. Antes disso, deverão ser usadas lâminas.

P: Existe Risco da Prótese Romper (Estourar)?

R: As próteses de panturrilha são bastante resistentes, sendo necessário um trauma muito forte para rompê-las. É mais fácil fraturar a perna do que romper a prótese.

P: Qual a Anestesia Utilizada na Cirurgia de Panturrilha?

R: Na maioria dos casos a anestesia peridural.

P: É Possível Associar a Prótese a Outras Cirurgias Plásticas?

R: Sim. Pode-se associar com lipoaspiração, ginecomastia, abdominoplastia, entre outras cirurgias.

P: Quando São Retirados Os Pontos na Cirurgia de Panturrilha?

R: Não existem pontos externos na cirurgia de panturrilha, Dr. Cláudio Lemos utiliza uma cola cirúrgica importada (PRINEO), em que não existe a necessidade de pontos externos. A Cola de Cianoacrilato foi recentemente introduzida na Cirurgia Plástica e são poucos os cirurgiões que a utilizam.

O Prineo (Cola Cirúrgica) Tem Como Características Principais:

  • Facilidade de aplicação;
  • Reduz o tempo do procedimento;
  • Diminui o risco de infecções (bactérias não crescem na cola, e ela sela a cicatriz);
  • Tem um melhor resultado estético (não deixa marcas de pontos na pele e resulta em uma cicatriz mais fina);
  • É esteticamente mais atraente que a presença dos pontos;
  • Praticamente não permite o extravasamento de sangue que suja os curativos no pós-operatório;
  • Sua retirada, quando necessária, é praticamente indolor.

Quanto Custa a Cirurgia de Panturrilha?

O custo em relação a cirurgia de panturrilha é uma das perguntas mais frequentes que recebemos na nossa página do site e através dos nossos telefones. É bem difícil encontrar também esta resposta na internet, a não ser que um paciente revele, e mesmo assim, o valor varia de pessoa para a pessoa por diversos motivos. A prática de divulgação de valores de serviços é vetada pela lei. Segundo a RESOLUÇÃO 1.974/11 do CFM, 6. Proibições gerais – XIV: (…) é vedado ao médico: divulgar preços de procedimentos, modalidades aceitas de pagamento/parcelamento ou eventuais concessões de descontos como forma de estabelecer diferencial na qualidade dos serviços.

Em relação ao valor variar de pessoa para pessoa e de clínica para clínica, conforme a RESOLUÇÃO CFM Nº 1.836/2008, Art. 3º: Cabe ao médico, após os procedimentos de diagnóstico e indicação terapêutica, estabelecer o valor e modo de cobrança de seus honorários, observando o contido no Código de Ética Médica, referente à remuneração profissional. A clínica e o cirurgião plástico não vendem um produto e sim um serviço, e esse serviço é personalizado, cada paciente vai ter a sua particularidade, um diferente resultado, uma complicação de saúde que merece atenção redobrada, uma expectativa e até mesmo métodos diferentes para o mesmo procedimento em outra pessoa, por exemplo.

Mais Informações no Vídeo:

Video explicativo sobre a cola cirúrgica que Dr.Cláudio Lemos utiliza no procedimento.

Entre em Contato