TERRA

TERRA
5 (100%) 1 voto

CONHEÇA A NOVA TÉCNICA QUE DEIXA A PELE MAIS JOVEM E BEM NUTRIDA

terra

Nova técnica realiza microperfurações na pele. Fique por dentro!

A atriz Regina Duarte, eterna namoradinha do Brasil, está deixando muitas mulheres morrendo de inveja ao mostrar na telinha uma pele jovial e bem nutrida. A receita de beleza da intérprete de Clô, da macrossérie “O Astro”, da Rede Globo, está numa nova técnica que realiza uma infusão transepidérmica de substâncias que resgatam o frescor da pele.

De acordo com o cirurgião plástico Cláudio Lemos, a nova tecnologia proporciona microperfurações na pele, em que o médico aplica a substância química que pode ser utilizada na face e em todo o corpo para reduzir e tratar celulite, gordura localizada ou outra alteração que esteja atrapalhando a harmonia de sua beleza. Ainda segundo o especialista, este equipamento combina uma ponteira de radiofrequência fracionada e um transdutor especial de ultrassom.

“A radiofrequência fracionada permite cobrir toda a área a ser tratada com centenas de microperfurações, pois a camada mais externa da pele, o extrato córneo, é a maior barreira da nossa pele. Quando a rompemos, conseguimos realizar a infusão pela pele de substancias como vitamina C, acido hialurônico, serum e outros princípios ativos na região, de acordo com o tratamento desejado”, disse Lemos.

Cláudio Lemos explica que o ultrassom aplicado, posteriormente às microperfuracões, faz com que o medicamento escolhido pelo médico penetre, através dos orifícios até a derme, potencializando o tratamento de rugas, estrias, cicatrizes (hipertróficas ou não), doenças das unhas e alopecia, ou seja, a redução parcial ou total de pêlos ou cabelos em uma determinada área de pele.

“Assim, é possível conseguir que grandes moléculas de medicamentos sejam efetivamente absorvidas na derme, graças ao efeito “martelo” das ondas cíclicas de pressão acústica do ultrasom. A grande vantagem desta tecnologia seria a infusão de substancias ativas na derme, o aumento de sua distribuição e da quantidade infundida das substancias ativas. Ou seja, com a utilização deste equipamento consegue-se introduzir a substância dentro da derme com o mínimo de invasão”, esclareceu.

Todas as idades

Sobre qual a idade mais recomendada para fazer o procedimento, o membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, afirma que técnica pode ser usada tanto em um adolescente com sequela de acne, quanto em uma senhora para tratamento de rejuvenescimento facial. Esta nova tecnologia pode ser usada em todos os tipos de pele, devendo-se evitar nos pacientes de pele mais sujeitos a complicações e com histórico de problema cicatricial.

“O ideal é que cada procedimento tenha um intervalo de, pelo menos, 30 dias que é exatamente o tempo da pele, quando estimulada, produzir a síntese de colágeno e elastina, necessários para o resultado esperado”, explica Lemos.

Matéria publicada no site Terra

Entre em Contato