Kybella – Tratamento Para Queixo Duplo

Kybella – Tratamento Para Queixo Duplo
4.8 (96.67%) 12 votos

Kybella

Com o passar do tempo e em decorrência de alguns acontecimentos, como o emagrecimento repentino, é comum aparecer uma gordura abaixo da região do queixo, que é conhecida como queixo duplo. Felizmente, o tratamento para queixo duplo com Kybella é uma solução para esse problema.

Esse tipo de tratamento para queixo duplo é extremamente positivo, já que ele não se trata de uma cirurgia plástica, e sim de um procedimento minimamente invasivo, que consiste na aplicação da Kybella na região submental (abaixo do queixo). Podem ser obtidos resultados excelentes por meio de um procedimento mais simples e prático.

Kybella - Tratamento de Queixo Duplo

A ilustração com a área em amarelo referente a área de atuação do Kybella.

 

Como Funciona o Tratamento Para Queixo Duplo com Kybella?

Até algum tempo atrás, a única alternativa possível para a remoção dessa gordura em excesso seria a realização de uma lipoaspiração no pescoço. Esse é um procedimento invasivo e que demanda maiores cuidados na recuperação, motivo que pode levar muitas pessoas a não optarem por ele.

Foi exatamente em busca de uma solução mais prática e simples para esse problema que foi desenvolvida a Kybella, que é uma substância que pode resolver esse problema sem ter que submeter o paciente a uma cirurgia plástica.

Esse tipo de tratamento para queixo duplo é bem mais simples e prático: basta fazer a aplicação da substância na região abaixo do queixo, por meio do uso de uma agulha bem fina. A função da Kybella é ajudar o organismo a absorver a gordura dessa região, o que a deixará com um aspecto melhor e mais definido.

Tecnicamente, o funcionamento da Kybella se dá devido à destruição das células de gordura da região do queixo, que passará a apresentar um aspecto bem melhor e mais pleno. Como as células estarão destruídas, elas já não armazenarão mais gordura, o que consequentemente resulta na redução dessa área.

Quanto Tempo Demora a Aplicação?

Cada sessão demora, em média, de 15 a 20 minutos. São necessárias aproximadamente 50 injeções em cada uma das sessões, que são feitas em pontos específicos para a máxima absorção de gordura.

Kybella - Tratamento Para Queixo Duplo - Sessões

Ilustração demostrando os pontos mais comuns da aplicação do Kybella.

 

Quantas Sessões São Necessárias?

Não há como determinar a quantidade de sessões necessária, já que cada caso é diferente do outro. Um paciente com um acúmulo maior de gordura pode não precisar de tantas sessões, ao passo que outra pessoa pode demandar sessões adicionais para a obtenção de melhores resultados.

Por isso, será possível determinar essa quantia com exatidão apenas depois de uma análise minuciosa por parte do cirurgião plástico e da verificação de como o organismo se comportará em relação à atuação do ácido deoxicólico. Porém, recomenda-se que o paciente siga às recomendações do cirurgião em relação à quantidade necessária de sessões, de modo que o tratamento para queixo duplo possa ser o mais eficiente possível.

Aproximadamente 60% das pessoas que foram submetidas a esse tipo de tratamento precisaram de 6 aplicações para que apresentassem bons resultados.

De Quanto Tempo Deve Ser o Intervalo Entre as Sessões?

É importante que haja um período de pelo menos 30 dias entre cada uma das sessões, de modo que se possa observar a evolução do paciente.

O Que é a Kybella?

A Kybella é uma substância sintética desenvolvida com base no ácido deoxicólico, um ácido biliar sintetizado pelo próprio organismo. Seu uso é comum para a emulsão de gorduras, motivo que o levou a ser testado para reduzir a gordura na região do queixo.

Por mais que seja sintética, o fato de a Kybella ser baseada em um ácido sintetizado pelo próprio organismo evita uma série de problemas, como reações alérgicas e rejeição por parte do organismo. Portanto, a assertividade desse método é muito grande.

Kybella - Tratamento Para Queixo Duplo

Ilustração demostrando o produto Kybella com a sua embalagem.

A Kybella é Segura?

Sim, essa é uma substância absolutamente segura, tanto que foi aprovada pela FDA (Food and Drug Administration), órgão americano responsável pela aprovação de alimentos e medicamentos para uso da população.

Porém, é importante ressaltar que ela foi liberada apenas para o tratamento do queixo duplo. Portanto, qualquer pessoa ou profissional que prometer o uso dessa substância para qualquer outra finalidade está infringindo as leis, além de colocar em risco a saúde e a integridade dos pacientes.

Quando a Kybella Não é Indicada?

Existem alguns casos em que o tratamento para queixo duplo não é aconselhável, pois, caso contrário, pode trazer complicações e resultados inesperados. Esses casos são os seguintes:

  • Portadores de alguma infecção na região do queixo duplo;
  • Existência de alguma condição médica na região do pescoço ou necessidade da realização de cirurgias posteriores na região da face, do queixo e do pescoço;
  • Quando o paciente já passou por algum tipo de procedimento, seja ele de ordem estética ou funcional, na região do pescoço;
  • Quando a pessoa tem alguma dificuldade para engolir;
  • Caso o paciente faça o consumo de determinados medicamentos que podem complicar a simples recuperação do procedimento, principalmente anticoagulantes ou antiplaquetários.

Por Que o Tratamento Para Queixo Duplo se Mostra Como Uma Boa Opção?

Sua realização é muito mais prática do que a de uma cirurgia plástica, que demanda períodos pré e pós-operatórios mais cautelosos. Por isso, a aplicação de Kybella é boa para pacientes que não queiram ter suas rotinas muito modificadas ou prejudicadas.

Existem Efeitos Colaterais?

Pode ser que o paciente perceba que a região do pescoço está um pouco inchada ou com a coloração avermelhada, bem como algum tipo de dormência ou a presença de nódulos de cor escura, principalmente nos dias seguintes à aplicação, o que é normal.

Alguns outros efeitos colaterais, que são mais raros, são inchaço prolongado, enjoo, dor, presença de hematomas e regiões em que o pescoço aparenta estar mais duro. Mesmo esses efeitos desaparecem com o passar do tempo.

Como São os Dias Seguintes ao Tratamento de Queixo Duplo?

Não é necessário que o paciente adote nenhum cuidado muito complexo, já que esse é um procedimento relativamente simples. É apenas necessário evitar contatos físicos na região de aplicação, principalmente nos momentos imediatamente após sua aplicação.

bom destacar que, ainda que tenha sido aprovado pela FDA, que é um órgão americano, a Anvisa ainda não liberou a aplicação de Kybella no Brasil. Porém, essa liberação não deve demorar muito, o que é esperado acontecer até o final do ano de 2017 ou início de 2018.

A partir do momento que o tratamento para queixo duplo com a aplicação de Kybella tiver sido liberado, é de suma importância que o paciente escolha um profissional experiente e que possa lhe atender conforme todas as suas expectativas e sem colocar em risco sua saúde, como o
Dr.Cláudio Lemos, que sempre deseja oferecer o que há de melhor aos seus pacientes.

Quanto Custa um Procedimento de Kybella?

O custo em relação de um Procedimento de Kybella é uma das perguntas mais frequentes que recebemos na nossa página do site e através dos nossos telefones. É bem difícil encontrar também está resposta na internet, a não ser que um paciente revele, e mesmo assim, o valor varia de pessoa para a pessoa por diversos motivos. A prática de divulgação de valores de serviços é vetada pela lei. Segundo a RESOLUÇÃO 1.974/11 do CFM, 6. Proibições gerais – XIV: (…) é vedado ao médico: divulgar preços de procedimentos, modalidades aceitas de pagamento/parcelamento ou eventuais concessões de descontos como forma de estabelecer diferencial na qualidade dos serviços.

Em relação ao valor variar de pessoa para pessoa e de clínica para clínica, conforme a RESOLUÇÃO CFM Nº 1.836/2008, Art. 3º: Cabe ao médico, após os procedimentos de diagnóstico e indicação terapêutica, estabelecer o valor e modo de cobrança de seus honorários, observando o contido no Código de Ética Médica, referente à remuneração profissional. A clínica e o cirurgião plástico não vendem um produto e sim um serviço, e esse serviço é personalizado, cada paciente vai ter a sua particularidade, um diferente resultado, uma complicação de saúde que merece atenção redobrada, uma expectativa e até mesmo métodos diferentes para o mesmo Procedimento de Kybella em outra pessoa, por exemplo.

Parece simples, mas o valor de um Procedimento de Kybella não é tabelado. Depende de uma série de fatores e para o cirurgião poder avaliar todos esses fatores, ele necessita, invariavelmente, de uma consulta. Além dos honorários médicos, outros custos estão envolvidos, como honorários do anestesista, instrumentador (a), cirurgião auxiliar, custos da clínica/hospital (que podem variar dependendo do material utilizado; se o paciente precisa passar a noite, ou se precisa uma diária extra, eventualmente), valor da prótese entre outras necessidades do procedimento. A decisão de submeter-se a uma cirurgia plástica deve ser bem pensada. A economia em alguns casos pode significar um problema muito grande no futuro, por isso é importante ter certeza e investir em um bom profissional.

Entre em Contato