Resurfacing a Laser
4.8 (96.36%) 11 votos

Resurfasing a Laser

Com o passar dos anos, os homens estão se tornando mais vaidosos, o que é ótimo. Uma das principais preocupações desses homens é quanto à pele do rosto, que geralmente deflagra mais sua idade. Um dos métodos que podem ser adotados para o tratamento é o resurfacing a laser.

São vários os benefícios que podem ser obtidos, ainda mais por se tratar de um dos procedimento minimamente invasivos masculinos, muito menos agressivo do que uma cirurgia plástica e que demanda uma recuperação muito mais simples. Por isso, o resurfacing a laser é uma excelente alternativa

Como Funciona o Resurfacing a Laser?

Esse procedimento consiste na aplicação de um laser sobre a região da pele, para que sua camada mais superficial seja destruída. Assim, ocorrerá o crescimento de uma nova camada da pele, com bem menos marcas e linhas de expressão, o que consequentemente resulta em um aspecto muito melhor.

A destruição é causada pela alta temperatura do laser, cujos raios afetam tanto a epiderme, que é a camada mais superficial, quando a derme, que é a camada imediatamente abaixo. Enquanto a epiderme é destruída, a derme é estimulada a produzir ainda mais colágeno.

Quando a pele estiver cicatrizada, a nova camada será mais lisa e hidratada, o que fará bastante diferença na aparência.

Ilustração Demonstrando o Funcionamento do Laser na Pele

Ilustração demonstrando o funcionamento do laser na pele.

O Resurfacing Oferece Resultados Precisos?

Sim. A técnica a laser permite obter ainda mais precisão do que um peeling quimico, por exemplo, já que o raio laser é enviado com feixes concentrados, porém curtos, para que a pele não seja muito agredida. Isso também diminui a chance de que a pele fique hipopigmentada ou muito clara.

Quais as Indicações do Resurfacing a Laser?

Existem vários danos à pele que podem ser corrigidos por meio do tratamento a laser, como cicatrizes de acne ou de catapora, verrugas, marcas de nascença, linhas finas em diversas regiões do rosto, como boca, testa e ao redor dos olhos e pele amarelada ou envelhecida, entre outros.

Todos os Homens Podem Ser Submetidos ao Tratamento a Laser?

Em alguns casos, essa não é a melhor alternativa, já que homens que se enquadrem em determinadas características podem não obter bons resultados.

Portanto, se você possui rugas muito profundas, pele demasiadamente flácida, acne ou pele muito escura, pode ser que o resurfacing não seja tão eficiente e traga danos à pele.

Logo no momento da primeira avaliação, o cirurgião plástico fará uma análise de cada paciente e o dirá se ele está apto ou não a passar por um tratamento a laser. É importante respeitar a opinião do médico, já que se trata de um profissional com total conhecimento e que sabe o que é melhor para seus pacientes.

Existem Diferentes Tipos de Resurfacing a Laser?

Sim, existem diferentes técnicas que podem ser utilizadas no paciente, entre as quais as mais utilizadas são o laser de CO2 e o laser de érbio.

Laser CO2

Essa é uma técnica utilizada há bastante tempo para o tratamento de diversas doenças cutâneas. Porém, a tecnologia já foi aperfeiçoada e, hoje, o laser de CO2 remove camadas bem finas da pele com altíssima precisão, o que ajuda a não danificar os tecidos localizados próximo à área de aplicação.

Ilustração de um Laser de CO2

Ilustração de um Laser de CO2.

Laser de Érbio

A aplicação desse tipo de laser pode ser feita para a remoção de rugas e linhas superficiais e um pouco mais profundas, geralmente na região do rosto, embora também possa ser feita em outras regiões, como nas mãos, no peito e no pescoço.

O melhor tipo de laser também pode variar de acordo com cada caso, o que será devidamente avaliado pelo cirurgião plástico.

Ilustração de um Laser de Erbio

Ilustração de um Laser de Erbio.

 

O Resurfacing a Laser é Demorado?

Tudo depende da condição da pele do paciente. Enquanto alguns apresentam apenas rugas e linhas de expressão leves, outros já possuem problemas mais profundos e que demandam maior esforço para remoção.

Na maior parte das vezes, o procedimento leva entre 30 minutos e 2 horas.

O Procedimento é Doloroso?

O paciente pode sentir uma dor moderada, já que a ação do laser é consideravelmente forte. Por isso, pode ser que o cirurgião aplique uma anestesia no local, de modo que o desconforto seja bem menor.

Existem alguns pacientes que se sentem desconfortáveis e muito ansiosos com o procedimento. Nesses casos, pode ser administrado um sedativo. Já se o paciente optar por realizar outros procedimentos ou cirurgias durante a mesma sessão cirúrgica, então a melhor opção pode ser uma anestesia geral.

Posteriormente, pode ser feita a administração de analgésicos, sempre como intuito de que o paciente sinta o mínimo desconforto possível.

O Resurfacing a Laser Demanda Algum Cuidado Prévio?

É recomendável que o paciente comece a tratar sua pele aproximadamente 6 semanas antes do procedimento, pois assim ela receberá melhor o laser e proporcionará uma recuperação ainda mais rápida. O paciente será informado pelo cirurgião plástico de todos os cuidados que devem ser tomados.

Caso o paciente tenha disponibilidade, também pode ser melhor passar pelo procedimento durante suas férias ou um período de inatividade em seu trabalho, já que os primeiros dias podem ser mais incômodos e o melhor a se fazer é ficar em repouso ou, pelo menos, sem realizar atividades muito exaustivas.

Outro cuidado importante é a escolha de um cirurgião plástico capacitado e que sempre vise oferecer máxima segurança e os melhores resultados aos seus pacientes, como o Dr.Cláudio Lemos.

Como é a Recuperação do Procedimento a Laser?

É normal que o paciente fique com o rosto avermelhado ou irritado durante certo período de tempo, já que a pele terá tido contato com o laser.

O cirurgião pode aplicar alguns curativos em regiões específicas, para que estas não fiquem expostas e sejam machucadas por fatores externos. Também serão dadas todas as orientações em relação à eventual troca de curativos ou tratamentos com o uso de pomadas e cremes.

Além disso, o uso de protetor solar é imprescindível, mesmo que o paciente não fique exposto à luz solar por muito tempo. Inclusive, a exposição direta aos raios solares deve ser evitada na medida do possível.

Existem também outras recomendações para uma melhor recuperação do resurfacing a laser:

  • Dormir com a cabeça mais inclinada à noite, com o auxílio de um travesseiro ou uma almofada adicional;
  • Interromper o consumo de cigarros por pelo menos 30 dias depois da cirurgia e, preferencialmente, 30 dias antes, pois seu consumo atrapalha o processo de cicatrização;
  • Aplicar gelo no dia seguinte ao da aplicação, o que pode ajudar a aliviar o desconforto e eventuais inchaços.

Produtos Usados Após Resurfacing a Laser

Produtos Usados Após Resurfacing a Laser.

 

Por Quanto Tempo Dura o Resurfacing a Laser?

A ação desse procedimento ainda se mantém por aproximadamente 1 ano no rosto do paciente, período em que ele ainda continuará vendo melhoras na aparência e na firmeza de sua pele.

Quanto aos resultados, eles costumam durar por vários anos, mas é importante ressaltar que o resurfacing a laser não impede o envelhecimento futuro da pele, que poderá ocorrer normalmente.

Quanto Custa um Resurfacing a Laser?

O custo em relação a um Resurfacing a Laser, é uma das perguntas mais frequentes que recebemos na nossa página do site e através dos nossos telefones. É bem difícil encontrar também esta resposta na internet, a não ser que um paciente revele, e mesmo assim, o valor varia de pessoa para a pessoa por diversos motivos. A prática de divulgação de valores de serviços é vetada pela lei. Segundo a RESOLUÇÃO 1.974/11 do CFM, 6. Proibições gerais – XIV: (…) é vedado ao médico: divulgar preços de procedimentos, modalidades aceitas de pagamento/parcelamento ou eventuais concessões de descontos como forma de estabelecer diferencial na qualidade dos serviços.

Em relação ao valor variar de pessoa para pessoa e de clínica para clínica, conforme a RESOLUÇÃO CFM Nº 1.836/2008, Art. 3º: Cabe ao médico, após os procedimentos de diagnóstico e indicação terapêutica, estabelecer o valor e modo de cobrança de seus honorários, observando o contido no Código de Ética Médica, referente à remuneração profissional. A clínica e o cirurgião plástico não vendem um produto e sim um serviço, e esse serviço é personalizado, cada paciente vai ter a sua particularidade, um diferente resultado, uma complicação de saúde que merece atenção redobrada, uma expectativa e até mesmo métodos diferentes para a um Resurfacing a Laser em outra pessoa, por exemplo.

Parece simples, mas o valor de a um Resurfacing a Laser não é tabelado. Depende de uma série de fatores e para o cirurgião poder avaliar todos esses fatores, ele necessita, invariavelmente, de uma consulta. Além dos honorários médicos, outros custos estão envolvidos, como honorários do anestesista, instrumentador (a), cirurgião auxiliar, custos da clínica/hospital (que podem variar dependendo do material utilizado; se o paciente precisa passar a noite, ou se precisa uma diária extra, eventualmente), valor da prótese entre outras necessidades do procedimento. A decisão de submeter-se a uma cirurgia plástica deve ser bem pensada. A economia em alguns casos pode significar um problema muito grande no futuro, por isso é importante ter certeza e investir em um bom profissional.